sábado, 25 de fevereiro de 2012

PRODUÇÃO DE TEXTO


      Atividades para você soltar a imaginação das crianças, essa é a idade certa de despertar neles grandes autores.





terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

LETRAMENTO E ALFABETIZAÇÃO

Muitos se confundem com os termos Letramento e Alfabetização, há uma grande diferença entre os dois, confira:

 LETRAMENTO:
 
     É um processo de inserção e participação na cultura escrita. Trata-se de um processo que tem início quando a criança começa a conviver com as diferentes manifestações da escrita na sociedade (placas, rótulos, embalagens comerciais e revistas, etc)

ALFABETIZAÇÃO:

      O ambiente em que o indivíduo está inserido pode ser um grande facilitador para o processo de letramento.

Processo de descoberta do código escrito pela criança letrada é mediado pelas significações que os diversos tipos de discursos têm para ela, ampliando seu campo de leitura através da alfabetização.

 Entende-se que a ação pedagógica mais adequada e produtora é aquela que contempla de maneira articulada, a alfabetização e o letramento.             
  O ato de ler e escrever deve começar a partir de uma compreensão muito abrangente do ato de ler o mundo, coisa que os seres humanos fazem antes de ler a palavra.
 COMO TRABALHAR EM SALA DE AULA?

·              Trabalhar com história em quadrinhos no processo de alfabetização ou letramento é de grande importância, pois estimula a imaginação e a criatividade, desperta o interesse pela leitura e a escrita das crianças, além de divertir.
·                    O ambiente em que o indivíduo está inserido pode ser um grande facilitador para o processo de letramento.
Alguns passos fundamentais para o desempenho do papel do “professor - letrador”:


          1) Investigar as práticas sociais que fazem parte do cotidiano do aluno, adequando-as à sala de aula e aos conteúdos a serem trabalhados;

          2) Planejar suas ações visando ensinar para que serve a linguagem escrita e como o aluno poderá utilizá-la;

          3) Desenvolver no aluno, através da leitura, interpretação e produção de diferentes gêneros de textos, habilidades de leitura e escrita que funcionem dentro da sociedade;

         4) Incentivar o aluno a praticar socialmente a leitura e a escrita, de forma criativa, descobridora, crítica, autônoma e ativa, já que a linguagem é interação e, como tal, requer a participação transformadora dos sujeitos sociais que a utilizam;

          5) Recognição, por parte do professor, implicando assim o reconhecimento daquilo que o educando já possui de conhecimento empírico, e respeitar, acima de tudo, esse conhecimento;

         6) Não ser julgativo, mas desenvolver uma metodologia avaliativa com certa sensibilidade, atentando-se para a pluralidade de vozes, a variedade de discursos e linguagens diferentes;

         7) Avaliar de forma individual, levando em consideração as peculiaridades de cada indivíduo;

        8) Trabalhar a percepção de seu próprio valor e promover a auto-estima e a alegria de conviver e cooperar;

        9) Ativar mais do que o intelecto em um ambiente de aprendizagem, ser professor-aprendiz tanto quanto os seus educandos;

     10) Reconhecer a importância do letramento, e abandonar os métodos de aprendizado repetitivo, baseados na descontextualização.

VÍDEO RELACIONADO Á ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO:

sábado, 4 de fevereiro de 2012

PAINÉIS DE BOAS VINDAS

Como é bom receber os alunos com muito carinho.



Olha só como ficou o cantinho da leitura


 O armário


 A estante


Até o lixeiro ficou charmoso


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

CARNAVAL 2012

Projeto: Conhecendo a História do Carnaval

Justificativa:

A comemoração do Carnaval tem um significado todo especial em nosso país é uma das festas mais esperadas por grande parte das pessoas, por sua tradição, cor, ritmo e magia.

Objetivos:

·         Reconhecer o Carnaval como uma manifestação cultural brasileira, sua origem e suas características;

·         Conhecer as marchinhas de Carnaval;

·         Produzir trabalhos de artes como pintura, desenho, recorte e colagem;

·         Despertar no aluno a curiosidade em relação às folias carnavalescas resgatando as tradições.

Desenvolvimento:


Conte brevemente a história do Carnaval e ressalte as diversas maneiras de comemorá-lo (Ruas, blocos, bailes, concursos de fantasias, desfile de escolas de Samba).

Solicite pesquisas de fotos ou imagens para as crianças, despertando nelas o prazer pela pesquisa e a curiosidade de como era nos tempos antigos o carnaval, organize o dia para debates e comentários.

Elaborem um mural com as imagens solicitadas;

Roda de conversa: (Pedindo que cada criança diga de qual personagem gostaria que fosse a sua fantasia nesse Carnaval e peça para que cada criança se desenhe com essa fantasia).
Montar uma Oficina de arte onde cada criança irá fazer seu próprio colar com canudos coloridos e materiais diversos.

Oficina de máscaras: Confeccionar com EVA máscaras enfeitadas com lantejoulas, areia colorida, etc.
Oficina de música: Apresentar algumas marchinhas carnavalescas para trabalhar as rimas completando-as oralmente.

Apresente Marchinhas de Carnaval antigas às crianças.
Culminância:

Promover o bloco de carnaval com as crianças fantasiadas, o percurso pode ser em uma rua paralela a escola.

Posso mandar os sildes, é só entrar em contato: icost@ig.com.br

video

Capas para colorir





 Atividade para produção de texto